28 junho, 2007

vergonha de ser brasileiro

Na contramão das campanhas publicitárias de iniciativa pública ou privada, às vezes sinto, sim, uma enorme vergonha de ser brasileira. Sim, claro que sei que corrupção, falcatruas e outras tantas coisas dessa ordem não são "privilégio" do Brasil. Mas aqui é que é a minha pátria e por isso é que tantas, não raras, vezes me envergonho.

Me envergonho desses escândalos envolvendo políticos que deveriam zelar pelo patrimônio coletivo. Escândalos à mancheia, não importa o governo, o partido, a filiação ideológica.

Me envergonho da banalização da morte e da violência nas nossas capitais.

Me envergonho do famoso "jeitinho brasileiro", uma afronta à ética e à dignidade.

Me envergonho dos motoristas ensandecidos apertando buzinas e atropelando pessoas como se isso fosse a grande catarse nacional.

Me envergonho da crise aérea tanto quanto me envergonho dos governantes falando bobagem em cadeia nacional.

Me envergonho pela mocinha bonita e bem tratada atirando lixo pela janela do ônibus.

Me envergonho pelas escolas públicas e particulares emendando feriados e dias úteis inadvertidamente.

Me envergonho do pãozinho feito de vento e isopor que a padaria que fica em frente a minha casa tem a coragem de vender.

Me envergonho por Joâo Hélio e pela menina Verônica que conheci e morreu há muitos anos vítima de monstros mal-educados pelo próprio sistema.

Me envergonho por Galdino, o índio, por Sirlei, a doméstica, por Jacinto, o homossexual, este último da minha cidade e que foi espancado e degolado.

Me envergonho porque a beleza, o equilíbrio e a harmonia me parecem uma utopia distante dessa Terra Brasilis.

Mas, como diria Pandora, no fundo do fundo do fundo da caixa ou do poço talvez reste uma esperança.

Mas não sei se podemos esperar muita coisa de um país que se orgulha em adotar como herói máximo, Macunaíma, o "herói" sem nenhum caráter.

2 comentários:

Valéria disse...

Descobri seu blog e gostei muito!
Também me envergonho...

Quero ir pra Sampa em final de julho. Tomare que dê certo !!! Saudades mil

Bjos

Val

Anônimo disse...

faço de sua vergonha, minha.

e suspeito que nem conhecemos esse herói sem caráter, o que é uma pena, outra vergonha.

beijos

leonel