19 maio, 2010

Novidade

Meu novo livro, A Cartografia da Noite, já está na gráfica. Sai ainda este ano pela coleção Caixa Preta organizada por Claudio Daniel para a editora Lumme.

Aguardem!



Enquanto o livro não vem, um mimo para os leitores do OPop:


Um suícidio


A aranha
delicada
lambe-me
entre os dedos
e uma luva
de veludo negro
se espalha por todo o braço.


Do outro lado,
a outra mão,
pálida como a neve
sangra maçãs
sobre um bilhete
inacabado.


Não há espelho
ou beijo
que as despertem.


Paralisia.

6 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Good.

Wilson Torres Nanini disse...

Aguardo esse livro como uma beata aguarda o Cordeiro! E para não fugir do tema do comentário, obrigado por essa hóstia paliativa!!!

Abraços!

Geraldo de Barros disse...

que coisa boa, aguardando

;)

Água Doce disse...

Nossa,muito bonito.

: A Letreira disse...

Comadre, que bonito isto aqui. Como sempre, vc certeira, nas palavras puras. beijo, Sô

António Amaral Tavares disse...

Sou português e da sua poesia só conheço coisas soltas. Gostaria muito de ver por cá uma publicação toda sua. Estou certo que ninguém se oporia a isso.
obrigado pela sua poesia.